INSERÇÃO

DO ACESSO VENOSO

TERAPIA

INTRAVENOSA EM
FOCO

Uscid est ad quis et lam sitatium commoloribus solupta illaborum doloria alisci dioribus si quis porereh enianimus mollam, quo maxim quis ma senimus, alit,Deles etusapici am, inusdae commodi cupiderro doluptas acipsap elignatio omnihilla inihiliciu Denihit doluptamus ut ped ut eatinie ndandem. Quae. Olut exerios dipsum nis

Discovery. Diagnostics. Delivery.

Can be accessed on our Customer Learning Portal. The e-learning courses offer detailed and solution focused training to help better understand how to solve for common scenarios.

Discovery. Diagnostics. Delivery.

Can be accessed on our Customer Learning Portal. The e-learning courses offer detailed and solution focused training to help better understand how to solve for common scenarios.

Experts from around the globe describe the intersection between patient and healthcare worker safety, focusing on techniques to improve both occupational and public health.

Webinar Objectives:

  • Describe the current global impact of bloodborne disease
  • Describe occupational exposure incidents for needlesticks and sharps injuries
  • Define safety as a function of focus for both patient and health worker, to reduce overall bloodborne disease
  • Provide guidance on the importance of prevention programs including use of safer medical devices, immunization/vaccination programs, and safe clinical practices
  • Illustrate an effective pathway for reporting exposure incidents and injuries
  • Define processes for post-exposure medical treatment and prophylaxis
  • Share global experiences from key stakeholders responsible for sharps safety and public health programs around the world

Save Your Seat

Placeholder

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Placeholder

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Placeholder

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Placeholder

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Placeholder

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Placeholder

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Video title here

Play

Ibus exped et ape

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Ibus exped et ape

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Ibus exped et ape

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Ibus exped et ape

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Let's have a conversation

Hospitals and healthcare facilities

BD is a market leader in hospital products that can reduce the incidence of sharps injuries and exposure to bloodborne pathogens. Patient safety has been a focus of BD innovation for years, not only in the United States but also around the world. Working closely with organizations like the International Safety Center (EPINet) is an important part of our efforts to keep patients and workers safe.

Safety syringes and needles >>
Hazardous drug safety >>
Infection prevention >>

Placeholder

Pellentesque habitant morbi

  • Tristique senectus et netus et malesuada
  • Tristique senectus et netus et malesuada
  • Tristique senectus et netus et malesuada
  • Tristique senectus et netus et malesuada

Placeholder

Pellentesque habitant morbi

  • Tristique senectus et netus et malesuada
  • Tristique senectus et netus et malesuada
  • Tristique senectus et netus et malesuada
  • Tristique senectus et netus et malesuada

Placeholder

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Placeholder

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.




Guia de Agulha
PDF Dispositivo de orientação por agulha comparado à técnica da mão livre em uma tarefa intervencionista guiada por ultrassom usando um simulador

G.-J. van Geffen et al

Neste estudo in vitro, um dispositivo de orientação de agulha e uma técnica de "mão livre" para inserção de agulha guiada por ultrassom foram comparados em uma tarefa intervencionista simulada guiada por ultrassom. Os tempos para realizar os procedimentos foram significativamente menores e a visualização da agulha foi significativamente melhor ao usar o dispositivo de orientação da agulha.
PDF Comparação da técnica de Seldinger modificada guiada por ultrassom versus punção cega para cateter central de inserção periférica: uma metanálise de ensaios clínicos randomizados

ZhanZhan Li and LiZhang Chen

Metaánalise de ensaios clínicos randomizados fora realizado a fim de comparar o uso de seldinger modificada guiada por ultrassom versus punção direta para PICC.
PDF Orientação por ultrassom versus marcos anatômicos para cateterismo da veia jugular interna (revisão)

Brass P et al

Revisão sistematica realizada pelo Cochrane onde mostrou que o uso de guia da agulha - um peçade plástico que angula a agulha para cruzar o centro do vaso - pode ser anexada à sonda para garantir o posicionamento ideal da agulha durante a punção do vaso.
Power Picc
PDF Experiência clínica com PICCs com alto poder de injeção em pacientes em terapia intensiva

Mauro Pittiruti

Revisamos retrospectivamente todos os PICCs injetáveis com energia inseridos em pacientes agudos admitidos na UTI de choque / trauma e na UTI pediátrica de nossa instituição (um hospital universitário com 1.100 leitos), durante 12 meses.
PDF Foco nos cateteres centrais de inserção periférica em pacientes críticos

Paolo Cotogni e Mauro Pittiruti

Esta revisão tem como objetivo discutir indicações e manejo de Acessos Vasculares em pacientes críticos adultos e pediátricos; em particular, esta revisão se concentrará nos cateteres centrais de inserção periférica (PICCs).
PDF É seguro o uso de injeção em alto fluxo através de cateteres centrais para estudos tomográficos?

Catalina Cuervo Valencia et al

Estudo longitudinal e prospectivo onde foi avaliado a eficiência das injeções de contrastes em CICC e PICC.
PDF Revisão sistemática da segurança e eficácia da injeção de contraste através de cateteres venosos para tomografia computadorizada com contraste

S.B. Buijs

Uma busca sistemática foi realizada no PubMed para identificar publicações originais sobre o uso de acessos vasculares para administração de contraste em tomografias com foco em segurança, eficácia e complicações
Sherlock 3CG
PDF Um estudo controlado randomizado da técnica de localização da ponta guiada por eletrocardiógrafo à beira do leito e a técnica tradicional de localização da ponta de radiografia de tórax para cateter venoso central de inserção periférica em pacientes com câncer

AiMin Li

Estudo randomizado com grupo controle a fim de avaliar a acuracidade do ECG no posicionamento adequado da ponta do PICC versus o método convencional com raio-x em pacientes com cânce.
PDF Impacto clínico do sistema de confirmação de ponta Sherlock 3CG para cateteres centrais de inserção periférica

Tomomi Yamagishi

No total, 114 pacientes submetidos à inserção do PICC por meio do Sherlock 3CG TCS de outubro de 2017 a fevereiro de 2018 foram avaliados retrospectivamente os resultados analisados quanto a taxa de sucesso técnico, a taxa de malposição e o tempo médio do procedimento.
PDF Avaliação do Sistema de Confirmação de Ponta Sherlock 3CG nas taxas de mau posicionamento do cateter central de inserção periférica

A. J. Johnston et al

Neste estudo observacional, investigamos como o Sistema de Posicionamento de Ponta Sherlock 3CG afetaria as taxas de mau posicionamento do cateter central de inserção periférica, definidas por radiografia de tórax pós-inserção, em pacientes críticos.
PDF Inserção de cateteres centrais de inserção periférica com orientação por eletrocardiograma intracavitário: um estudo multicêntrico randomizado na China 

Yu-Xia Yin

Estudo randomizado com grupo controle realizado em dez hospitais chineses, onde avaliou a taxa de posicionamento da ponta do PICC guaida por ECG. Este estudo sugere o uso de ECG intravenoso para posicionamento da ponta do cateter para obter melhores resultados.
PDF Sistema de confirmação de ponta Sherlock 3CG para colocação de cateteres centrais de inserção periférica: uma orientação da NICE Medical Technology

Megan Dale et al

Estudo realizado pelo NICE (National Institute for Health and Care Excellence) parte do programa de avaliação de tecnologias médicas do NHS.
PDF O método de ECG intracavitário para posicionamento da ponta dos dispositivos de acesso venoso central em pacientes pediátricos: resultados de um estudo multicêntrico italiano

Francesca Rossetti

O Grupo Italiano de Dispositivos de Acesso Venoso (GAVeCeLT) realizou um estudo multicêntrico investigando a segurança e a precisão da eletrocardiografia intracavitária (IC-ECG) em pacientes pediátricos
StatLock
PDF Cochrane Database of Systematic Reviews - devices and dressing

Marsh N, Webster J, Mihala G, Rickard CM


PDF Devices and dressings to secure peripheral venous catheters

Nicole Marsh Nicole Marsh, Joan Webster, Gabor Mihala, Claire M. Rickard


Time de cateter
PDF Serviços de infusão e contenção de custos

Kathy Kokotis

Este artigo discute o impacto do MPPS (Medicare Prospective Payment System) nos profissionais de saúde que fornecem terapia de infusão e examina métodos para conter os custos relacionados aos cuidados com a infusão, como planejamento avançado e seleção precisa do dispositivo de acesso vascular.
PDF Escolha do Acesso Vascular no tratamento do paciente Crítico

Fábio Rodrigues Ferreira do Espírito Santo

O objetivo deste artigo é discutir as possibilidades de uso do PICC em unidade de terapia intensiva, suas vantagens e desvantagens comparativamente aos outros acessos possíveis neste mesmo ambiente em termos de risco, durabilidade e efetividade; aproveitando-se deste momento de pandemia COVID-19 no qual houve aumento dos casos de terapia intensiva e de pacientes críticos.
PDF O modelo Dreyfus de aquisição de habilidades clínicas para resolução de problemas: uma perspectiva crítica

Adolfo Penã

Este estudo traz o modelo Dreyfus que descreve como os indivíduos progridem em vários níveis na aquisição de habilidades e subsumem idéias em relação à forma como os indivíduos aprendem.
PDF O Modelo de Cinco Estágios da Aquisição de Habilidade para Adultos

Stuart E. Dreyfus

Este estudo traz uma leitura dos níveis de desenvolvimento dos profissionais, categorizados em cinco grupos (Novato, Iniciante Avançado, Competente, Proficiente e Expert).
PDF Resultados de um programa de cateter central de inserção periférica liderado por enfermeiros: um estudo de coorte retrospectivo

Sheryl McDiarmid et al

Foi realizada uma análise retrospectiva de uma coorte prospectiva afim de avaliar os desfechos clínicos dos PICC inseridos por um time de cateter.
Trombose
PDF Taxa de trombose relacionada ao cateter central de inserção periférica na era moderna do acesso vascular - quando a técnica de inserção é importante: uma revisão sistemática e metanálise

Paolo Balsorano et al

Revisão sistemática com meta análise, onde foi avaliado a taxa de trombose realcionada a PICC na era moderna. A taxa de trombose venosa profunda relacionada ao cateter central de inserção periférica parece ser baixa quando fatores técnicos baseados em evidências são levados em consideração durante o procedimento de inserção.
PDF Trombose venosa profunda relacionada a cateter central de inserção periférica: padrões e preditores contemporâneos

Vinet Chopra et al

Estudo de coorte retrospectivo de adultos submetidos à colocação do PICC entre 1 de junho de 2009 e 30 de junho de 2012. Esses achados têm ramificações clínicas importantes e sugerem que a colocação ou PICCs de grande calibre em pacientes com câncer pode provocar trombose.
PDF O Guia de Adequação de Michigan para Cateteres Intravenosos (MAGIC): Resultados de um Painel Multiespecializado Usando o Método de Adequação RAND / UCLA

Vinet Chopra et al

Utilizamos o método de adequação da RAND Corporation / Universidade da Califórnia em Los Angeles (RAND / UCLA) para criar critérios para o uso apropriado de PICCs e VADs. O painel de especialistas usou um método validado para desenvolver indicações apropriadas para o uso do PICC nas populações de pacientes
PDF Trombose venosa profunda associada a cateter central de inserção periférica: uma revisão narrativa

Nabil Fallouh et al

Realizado uma busca sistemática da literatura por estudos que relatassem epidemiologia, diagnóstico, tratamento e prevenção de TVPIC-TVP. Um algoritmos para diagnóstico e gerenciamento foram compilados usando as evidências disponíveis.
PDF Trombose relacionada ao cateter central de inserção periférica (PICC) em pacientes críticos

Vasileios Zochios et al

Este estudo realizou uma revisão da literatura em torno dos PICCs e destacar a epidemiologia, fisiopatologia, diagnóstico e tratamento da trombose relacionada ao PICC em pacientes críticos.
PDF Método de inserção de zona PICCTM (ZIMTM): uma abordagem sistemática para determinar o local de inserção ideal para PICCs no braço

Robert B. Dawson

O Método de Inserção de Zona PICC (ZIM) é um projeto de sistema proposto para segurança do paciente relacionado às inserções PICC; realizada otimizando e organizando a abordagem clínica. O ZIM combina mecanismos conhecidos para complicações no local de inserção do acesso vascular com um processo sistemático de medição e varredura por ultrassom, para reduzir o impacto dos fatores de risco do local.
PDF Risco de tromboembolismo venoso associado a cateteres centrais de inserção periférica: revisão sistemática e metanálise

Vinet Chopra et al

Realizado uma revisão sistemática com metánalise onde comparou o risco de trombose associada ao PICC versus CVC's. No estudo foi identificado uma taxa basal de trombose venosa relacionada ao PICC de 2,7%.
PDF Redução da trombose relacionada ao cateter usando uma ferramenta de redução de risco centrada na relação cateter / vaso

Timothy R. Spencer

Este estudo traz uma recomendação de prática para minimizar os riscos de trombose relacionada a cateteres venosos respeitando a menor taxa de ocupação do vaso pelo cateter. Segundo o autor a avaliação do vaso deve ser em área e de forma tridimencional para não ultrapassar os 45% da taxa recomendada.
Site Rite 8
PDF Comparação da Técnica de Seldinger modificadas guiados por ultrassom versus punção cega para cateter central de inserção periférica: a meta-análise de ensaios clínicos randomizados

ZhanZhan Li and LiZhang Chen

Meta análise de ensaios clínicos randomizados onde comparou a taxa de sucesso da técnica de seldinger modificada guiada por ultrassom versus técnica de punção direta. Este estudo mostrou que o uso de seldinger modificada é superior a punção direta para inserção de PICC.
PDF Recomendações internacionais baseadas em evidências sobre acesso vascular guiado por ultrassom

Massimo Lamperti et al

Pesquisa sistemática de evidência que relacionada a inserção de acessos vasculares, perído de pesquisa entre 1985 à 2010. Estre estudo demosntrou menor taxa de complicação pós procedimento quando utilizamos o ultrassom e punção guiada para inserção de acessos vasculares.
PDF Cateterismo guiado por ultrassom da veia subclávia: mão livre versus técnica guiada por agulha

T. Maecken et al

Estudo prospectivo randomizado aleatoriamente onde avaliou o uso dos guias de agulha para punção vascular. No grupo controle com guia de agulha a taxa de sucesso na primeira ou segunda tentativa foi superiro, diminuindo o tempo de procedimento e aumentando a visibilidade da ponta da agulha.
PDF Avaliação rápida da veia central (RaCeVA): Uma abordagem sistemática e padronizada para avaliação por ultrassom antes do cateterismo venoso central

Timothy R Spencer and Mauro Pittiruti

O RaCeVA é um protocolo desenvolvido para uma avaliação fácil, rápida e sistemática das seis veias centrais que podem ser teoricamente perfuradas e canuladas pelos ultrassom na área supra/infraclavicular. estudo realiza um padronização sistematica da avaliação da rede venosa pré inserção de cateteres venosos.
PDF Orientação por ultrassom versus marcos anatômicos para cateterismo da veia jugular interna (revisão)

Cochrane Database of Systematic Reviews

Revisão sistemática relizada para avaliar a eficácia e a segurança dos sistemas bidimensionais e também o uso do ultrassom intra procedimento ou apenas para avaliação do vaso. O uso do ultrassom bidimensional aumentou em 57% a chance de sucesso na primeira tentativa
PDF Comparação da orientação ultrassonográfica com palpação e visualização direta para canulação de veias periféricas em pacientes adultos: uma revisão sistemática e metanálise

F. H. J. van Loon et al

Realizou-se meta-análise de efeito aleatório para determinar a razão de chances combinada de sucesso em na canulação intravascular periférica. A técnica guiada por ultrassom reduziu o número de punções e o tempo necessário para inserção do acesso.
PDF Efeito clínico de cateteres centrais de inserção periférica com base na técnica de seldinger modificada sob orientação de ultrassom vascular

Qingguo Wang et al

Estudo randomizado com grupo controle onde foi avaliado os efeitos clinicos da do PICC guiado guiada por ultrassom.Onde mostrou que a inserção do PICC guiada por ultrassom com técnica de seldinger pode aumentar a taxa de sucesso da punção, melhorar o efeito da inserção, diminuir a taxa de incidência de eventos adversos do pós punção e melhorar o nível de satisfação e conforto dos pacientes

Store Tab

360° rotation knob is effectively sized, contoured and located to enable easy instrument rotation.

360° rotation knob is effectively sized

360° rotation knob is effectively sized

360° rotation knob is effectively sized

More product details

Hospitals and healthcare facilities

BD is a market leader in hospital products that can reduce the incidence of sharps injuries and exposure to bloodborne pathogens. Patient safety has been a focus of BD innovation for years, not only in the United States but also around the world. Working closely with organizations like the International Safety Center (EPINet) is an important part of our efforts to keep patients and workers safe.

Safety syringes and needles >>
Hazardous drug safety >>
Infection prevention >>

Hospitals and healthcare facilities

BD is a market leader in hospital products that can reduce the incidence of sharps injuries and exposure to bloodborne pathogens. Patient safety has been a focus of BD innovation for years, not only in the United States but also around the world. Working closely with organizations like the International Safety Center (EPINet) is an important part of our efforts to keep patients and workers safe.

Safety syringes and needles >>
Hazardous drug safety >>
Infection prevention >>

Uscid est ad quis et lam sitatium commoloribus solupta illaborum doloria alisci dioribus si quis porereh enianimus mollam, quo maxim quis ma senimus, alit,Deles etusapici am, inusdae commodi cupiderro doluptas acipsap elignatio omnihilla inihiliciu Denihit doluptamus ut ped ut eatinie ndandem. Quae. Olut exerios dipsum nis

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Let's have a conversation

Ibus exped et ape

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

Let's have a conversation

REFERENCES

1. Jones M.Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas vestibulum tortor quam.

2. CDC Laboratory quality assurance and standardization programs December 1,2014